X




X

Plano Ferroviário Nacional «não pode cair no esquecimento»

11 Jul
O deputado José Carlos Barbosa defendeu a urgência na aprovação do Plano Ferroviário Nacional, lembrando que o tema «não pode cair no esquecimento».
À margem do debate parlamentar marcado para o dia 3 de Julho sobre a ferrovia, o deputado José Carlos Barbosa defendeu a urgência na aprovação do Plano Ferroviário Nacional, lembrando que o tema «não pode cair no esquecimento».

«Agora é o momento de o Governo aprovar»

«Queremos que o Governo conclua a Plano Ferroviário Nacional, concretizando os objetivos do Governo anterior e que esse plano seja proposto à discussão na Assembleia da República», comentou José Carlos Barbosa, instando o Executivo a acelerar o processo. «A avaliação ambiental estratégica está concluída. Agora é o momento de o Governo aprovar o plano e submetê-lo à aprovação e ao debate no parlamento», reforçou o deputado, explicando que o timing atual não pode ser desperdiçado.

Importância do dossier «transcende governos» e «ciclos políticos»

«Depois de anos de recuperação de material circulante, injeção de material na rede, de reparação através da Ferrovia 2020 de praticamente toda a rede ferroviária nacional, nós consideramos que é o momento de tratarmos do Plano Ferroviário Nacional e por isso o plano não pode cair no esquecimento», justificou, lembrando que a importância do tema «transcende governos» e não se compadece com «ciclos políticos». Trata-se de «uma questão de interesse nacional», vincou, taxativamente.

Para o deputado, não existem dúvidas: «Este é o momento de investirmos na ferrovia». Citado pelo 'Dinheiro Vivo' e pela agência Lusa, José Carlos Barbosa defendeu ainda que a ferrovia pode e deve ter um papel mais pujante na economia nacional; para isso,necessita de investimento e de consensos estratégicos de longo prazo. «Aquilo que nós queremos é ter mais rede ferroviária, ter mais capacidade, ter mais operação, ter mais comboios, mais passageiros e acima de tudo o melhor ambiente», finalizou.

Fonte: Lusa | Dinheiro Vivo
 

Ajude-nos a crescer